Salmo – Sl 30,2.6.12-13.15-16.17.25 (R.Lc 23,46)

  • Post category:Salmos

R. Ó Pai, em tuas mãos eu entrego o meu espírito.

2. Senhor, eu ponho em vós minha esperança;*
que eu não fique envergonhado eternamente!
6. Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito,*
porque vós me salvareis, ó Deus fiel!.

R. Ó Pai, em tuas mãos eu entrego o meu espírito.

12. Tornei-me o opróbrio do inimigo,*
o desprezo e zombaria dos vizinhos,
e objeto de pavor para os amigos;*
fogem de mim os que me vêem pela rua.
13. Os corações me esqueceram como um morto,*
e tornei-me como um vaso espedaçado.

R. Ó Pai, em tuas mãos eu entrego o meu espírito.

15. A vós, porém, ó meu Senhor, eu me confio,*
e afirmo que só vós sois o meu Deus!
16. Eu entrego em vossas mãos o meu destino;*
libertai-me do inimigo e do opressor!.

R. Ó Pai, em tuas mãos eu entrego o meu espírito.

17. Mostrai serena a vossa face ao vosso servo,*
e salvai-me pela vossa compaixão!
25. Fortalecei os corações, tende coragem,*
todos vós que ao Senhor vos confiais

R. Ó Pai, em tuas mãos eu entrego o meu espírito.

Fonte: https://liturgiadiaria.cnbb.org.br